Artigo

Sinopse

No projeto “CÓDIGOMÁIS - Criação de um Ecossistema Transfronteiriço de Inovação em Saúde” (“Código +”), financiado pelo programa INTERREG VA Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020, as candidaturas “Demonstração de Interesse” estão abertas para empresas em os setores de saúde, tecnologia e serviços com projetos viáveis ​​e inovadores de “ideia de mercado”. O objetivo é a articulação e integração entre os atores industriais do setor da saúde e os parceiros académicos e de pesquisa do projeto, na Área de Cooperação do presente projeto, com a geração de um produto comercializável no mercado. Parceiros em potencial, no âmbito privado, podem estar em áreas relacionadas a cuidados de saúde e / ou cuidados relacionados à saúde, engenharia e / ou engenharia biomédica, saúde da população e / ou biometria, comunicação em saúde, paciente, usuário final e / ou sistema de saúde gestão, formulação de políticas e / ou outras áreas semelhantes.


Especificamente, aqui a chamada "Demonstração de interesse" é destinada a parceiros industriais de um projeto:

  • potencial inovador a ser transferido para o mercado, necessitando de um pequeno fundo inicial para seu desenvolvimento, execução e geração de produtos para entrega no mercado (dentro do prazo de (“Código +”). A ideia é acelerar o processo de transferência de tecnologia.


Os projetos procurados são:

  • com alto grau de novidade no campo da saúde e, se possível, voltado para o envelhecimento populacional.
  • que os resultados potenciais (produto) têm grandes possibilidades de serem protegidos por patentes ou outros mecanismos de proteção à propriedade intelectual.
  • que os resultados tenham uma aplicação de mercado o mais ampla possível.
  • Que os grupos de pesquisa dos quais surgem os resultados estão comprometidos com o processo de transferência para o mercado.
  • Que existem cartas de interesse das empresas no resultado do projeto ou, melhor ainda, o compromisso das empresas de se envolverem no projeto participante, durante o desenvolvimento ou na fase de comercialização, com contribuição financeira.
  • Que as opções para levar o produto ao mercado são através de uma licença para uma empresa ou através da criação de um spin-off que explora a tecnologia.


O “Código +” está sendo desenvolvido na Área de Cooperação Galiza-Norte de Portugal. As principais áreas geográficas em causa são as províncias da Corunha e Pontevedra, na Galiza, e as de Cávado e a área metropolitana do Porto, no norte de Portugal. A Eurorregião Galiza-Norte de Portugal, que desde 2010 também foi formalmente constituída como Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT), tem uma população total de 6,6 milhões de pessoas (2,8 milhões na Galiza e 3,8 milhões no Norte de Portugal).


O território da Área de Cooperação concentra agências importantes do ponto de vista socioeconômico, incluindo centros de conhecimento relevantes - como a Universidade de Santiago de Compostela, a Universidade de Vigo, a Universidade do Minho e a Universidade do Porto, todos eles envolvidos no projeto - bem como importantes centros de produção no setor industrial e serviços, especificamente em cidades como Corunha, Santiago de Compostela, Vigo, Braga e Porto. Esse é o território que, na Área de Cooperação, apresenta as maiores capacidades para a produção de P&D e a cooperação público-privada para a transferência de conhecimentos e tecnologias; assim, as abordagens do nosso projeto são coerentes com as características socioeconômicas do território e buscam ampliar a comunicação atual entre as entidades da região. A participação no consórcio do projeto de entidades públicas e privadas de âmbito regional - como a Consellería de Sanidade e o CGS na Galiza e, por outro lado, o INL e o HCP no norte de Portugal, todos eles envolvido no projeto - e outros que possam participar (como inicialmente uma "Mostra de Interesse" presente, seguida de um processo de Candidatura Formal a seguir a seguir), garantem um amplo impacto territorial em toda a região. Na região de cooperação, um dos três principais desafios identificados no RIS3 da Galiza é a aplicação de “soluções tecnológicas para um modelo de estilo de vida saudável”. O objetivo aqui é, até 2020, posicionar a Região como “a principal região do sul da Europa no fornecimento de serviços e produtos intensivos em conhecimento relacionados a um modelo de estilo de vida saudável”; além disso, a estratégia N2020 do Norte de Portugal identifica como um dos domínios prioritários “Ciências da Vida e da Saúde”, com o objetivo de articular entre pesquisas regionais e empresas de indústrias e serviços de saúde. Em um nível mais geral, o “Código +” contribui para a Estratégia Europa 2020 para um crescimento inteligente, sustentável e inclusivo, que é o documento estratégico que guiará todas as iniciativas e ações da UE até 2020. Mais especificamente, é consistente com os objetivos do Iniciativa do Emblema de Inovação da União.


O objetivo geral do “Código +” é a criação de um ecossistema transfronteiriço de inovação no campo